Espaço de comunicação de ideias e de práticas. Incentivo ao diálogo, à reflexão crítica sobre temas inter e transdisciplinares. Divulgação de artigos, acontecimentos, atividades de formação organizadas pelo CFAE e escolas associadas.
Terça-feira, 19 de Novembro de 2013
Eu... e as formações realizadas...

II Encontro(s) cidadania e responsabilidade socio ambiental - Leitura(s)…

 

«O clima, a saúde, a energia, a alimentação e o “melhoramento humano”, bem como aspetos da bioética, são algumas dos temas que o Dr. Alexandre abordou ao longo da sua intervenção. “Destruir algumas certezas que todos nós temos”, “aumentar as dúvidas sobre aquilo que pensávamos inicialmente”, “arriscar vale a pena” foram os objetivos que se propôs no início da sua palestra e que se vieram a tornar verdadeiras no final da sua intervenção.»

(Isabel Cristina Dias Simões - Agrupamento   de Escolas de Canas de Senhorim)

Ver mais…

 


 

«No encontro realizado no dia 13 de Fevereiro, o Prof. Doutor Alexandre Quintanilha fez uma breve sobre “A noção de risco na atualidade”, sendo sobre esse tema que incide esta reflexão crítica.»

(José Carlos Gonçalves Santos - Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital)

Ver mais…

 


 

«Ao escolher a comunicação de Fernando Savater para tema do meu trabalho, não posso deixar de me referir a um dos seus livros, Ética para um jovem, cuja primeira edição remonta a 1991, com o título Ética para Amador. E foi nesse ano que o li, nunca mais ignorando a sua existência. Percebi, logo nas primeiras linhas, que o livro não era um manual de ética, o que me seduziu irremediavelmente. Li-o como um romance, sorrindo com esta minha perspetiva nada ingénua, antes sim, comungando das palavras de um escritor de quem sou cativa, Daniel Pennac, autor de Comme un roman. E assim “conheci” Fernando Savater, catedrático de ética. E desde então, todos os adolescentes das minhas relações ficaram a saber da existência deste livro, pois era o presente que recebiam pelos anos ou pelo Natal. Creio que muitos o leram ou lerão.»

(Virgínia Maria Gomes de Azevedo - Agrupamento de Escolas de Montemor-o-Velho)

Ver mais…

 


 

«De todos os temas abordados, saliento o percurso pedagógico orientado pelo Prof. Dr. Luciano Lourenço “Geomorfologia da Serra do Açor”, porque mais especificamente irei aplicar estes conhecimentos na minha prática pedagógica.»

(Helena Maria Duarte da Fonseca Alves - Agrupamento de Escolas de Arganil)

Ver mais…

 


 

«A área que visitamos orientados pelo professor Luciano Lourenço no dia 21 de Março de 2013 situa-se no centro de Portugal, estando inserida na cordilheira Central da Meseta Ibérica que neste setor e ao contrário do que sucede na serra da Estrela, é principalmente constituído por xistos, tendo por vezes a corta-lo e com grande impacto paisagístico as cristas quartzíticas. Toda esta área serrana tem grande interesse científico (sob o ponto de vista geológico, geomorfológico e biológico), didático e turístico (associando-se aqui a área específica do geoturismo).»

(Carlos Luís Castela Soares - Agrupamento de Escolas de Góis)

Ver mais…

 


 

«Estive presente em todos os dias dos Encontros e em todas as comunicações, o que em nada me auxiliou na escolha do tema uma vez que, todos foram adequados, interessantes, pertinentes e de acordo com a nossa prática. Após prolongada reflexão, decidi escolher como tema para este relatório aquele que versou a comunicação do Prof. Amadeu Carvalho Homem, “A Formação e desenvolvimento da cidadania”, naturalmente porque a história da cidadania/ construção da cidadania é uma temática que entronca totalmente na minha formação base, mas também porque entendo que essa formação base é fundamental para a compreensão do mundo atual, logo, indispensável no currículo dos alunos.»

(Sara Margarida Dias Domingues da Mota Gameiro  - Agrupamento de Escolas de Arganil)

Ver mais…

 


 

«Ao consultar o programa dos II Encontro(s) Cidadania e Responsabilidade Socio Ambiental descobri uma série de comunicações ou percursos pedagógicos, mas a comunicação que mais despertou a minha atenção/curiosidade foi OS VALORES NA BASE DAS COMPETÊNCIAS DO SÉCULO XXI, dinamizada pelo Doutor Lourenço Xavier de Carvalho. Recentemente, apliquei a todos os alunos do terceiro ciclo uma adaptação da atividade Saber Conhecer o Outro, a qual se encontra na dimensão Combate à violência de género, no módulo Valores da Igualdade, no sítio do Programa LED on values

(António José de Sá Martins - Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital)

Ver mais…

 


 

«Dado ter participado no ano transato nos primeiros Encontros de Cidadania e Responsabilidade Socioambiental e, como professora de Ciências Físico-Químicas, ter escolhido uma comunicação relacionada com a minha formação académica, nestes segundos Encontros decidi abordar um tema mais transversal, como é o da Educação para os Valores. Considero que cada vez mais a nossa sociedade privilegia os valores materiais, em detrimento dos valores imateriais. No caso específico do nosso sistema educativo, o acesso ao conhecimento, medido através dos resultados quantitativos obtidos pelos alunos, tem sido uma prioridade, no entanto não nos devemos deixar cair num vazio ético, onde os Valores universais deixam cada vez mais de ter lugar.»

(Teresa Margarida Nunes Brandão - Agrupamento de Escolas de Góis)

Ver mais…

 


 

«Conquanto as temáticas abordadas tenham, de um modo geral, acrescentado uma mais-valia à minha formação pessoal, na medida em que, pela abrangência das temáticas e perspetivas abordadas, no âmbito da cidadania e responsabilidade socio ambiental, me possibilitaram ter um olhar mais amplo, crítico e consciente da minha participação socio ambiental e do exercício da minha cidadania, no contexto onde vivo e trabalho, aquele que me tocou de uma forma especial, foi o desenvolvido pela Professora Doutora Filomena Gaspar, no primeiro encontro, subordinado ao tema: “Responsabilidades Parentais, cidadania e Responsabilidade Socio Ambiental”. Porque é que este tema causou em mim um interesse tão motivador? Em parte, porque dou muita importância à família e considero que ela é fundamental não só como primeiro contexto de socialização do indivíduo mas também como fonte de segurança, aprendizagem, e desenvolvimento biopsicossocial.»

(Filomena Maria de Matos   Geraldes - Agrupamento de Escolas de Góis)

Ver mais…

 


 

«Os “II ENCONTRO(S) CIDADANIA E RESPONSABILIDADE SOCIO AMBIENTAL” revelaram-se num evento de inegável importância pedagógica, cientifica e cultural. Não só pela pertinência dos temas abordados ao longo de todas as sessões, mas principalmente pela clareza e objetividade e pela forma eloquente como os conteúdos foram expostos, todos mereceram o meu interesse e cativaram a minha atenção, o que dificultou a tarefa de seleção de uma única comunicação entre todas elas, às quais tive o prazer de assistir. Assim, tendo em conta a diversidade e o interesse de todas as temáticas abordadas, decidi-me pela comunicação “RESPONSABILIDADES PARENTAIS, CIDADANIA E RESPONSABILIDADE SOCIO AMBIENTAL”, da responsabilidade da Doutora Filomena Gaspar, não só pelo interesse do tema a nível geral, mas também pela sua evidente ligação com as práticas pedagógicas da minha atividade docente, e ainda, do meu papel de mãe, do qual não me consigo desligar nas relações com os meus alunos e com a comunidade educativa em geral.»

(Maria Cecília da Silva Diogo - Agrupamento de Escolas de Arganil)

Ver mais…

 


 

«O trabalho que apresento constitui uma reflexão sobre a comunicação apresentada pelo Dr. Fidalgo Freitas na terceira sessão dos II Encontros de Cidadania e Responsabilidade Ambiental, que decorreu a 4 de julho do corrente ano, no centro cultural de Tábua, denominada “A escola para além da tabuada”. A escolha desta comunicação relaciona-se não apenas com o interesse despertado pelas palavras que ouvi, mas também com o facto de me rever em várias das situações descritas.»

(Ana Isabel Marques Santos Sousa - Agrupamento de Escolas de Tábua)

Ver mais…

 


 

«Consciente da importância da formação ao longo da vida, senti-me implicada a escrever sobre a comunicação do Dr. Fidalgo Freitas, intitulada: A escola para além da tabuada, por me identificar com a sua visão estruturalista de pessoa e com a necessidade imperiosa de defender a escola pública naquilo que a caracteriza: um local de encontro… entre culturas, formas de ser, estar e pensar que, no dizer de Fidalgo Freitas, congrega uma panóplia de pessoas que, sendo diferentes, se enriquecem mutuamente num processo que ultrapassa, em larga medida, as funções / tarefas convencionais da escola.»

(Florbela Armanda Gomes Esteves - Agrupamento de Escolas de Montemor-o-Velho)

Ver mais…

 


 

«Após as palestras proferidas nos “II Encontro(s) Cidadania e Responsabilidade Socio Ambiental”, tornou-se muito complicado para mim a escolha do tema para desenvolver o meu trabalho, pois considerei todas as apresentações de grande importância. Depois de muito refletir sobre os temas abordados, saliento a proferida pelo Dr. Fidalgo de Freitas, “A Escola para além da tabuada”, por estar de acordo com a realidade da minha profissão como professora.»

(Maria Gabriela Garcia Coelho - Agrupamento de Escolas de Canas de Senhorim)

Ver mais…

 


 

«O trabalho que apresentamos resultou da nossa reflexão sobre um dos temas que considerámos fundamental nos II Encontro(s) – Cidadania e responsabilidade socio ambiental – “Cidadania digital e responsabilidade social em redes”. Subjacente a esta escolha está o facto de nos confrontarmos com uma sociedade da informação e do conhecimento onde “a vida deixou as suas componentes estáticas”, somos confrontados com dados, informações e conhecimentos que conduzem a uma “sociedade em permanente risco” na qual temos que estar predispostos para enfrentar as mudanças quer a nível sociocultural quer no interior da própria escola.»

(Ana Maria Marques Gomes - Agrupamento de Escolas Coimbra Sul)

Ver mais…

 


 

«Inicio a minha breve reflexão justificando o que me motivou a escolher, de um leque extraordinário de oradores, a comunicação da Professora Doutora Idália Sá Chaves. Tendo tido já a oportunidade de ter sido formanda da Doutora Idália, na ação de formação “ O que trazem de novo os portefólios reflexivos”, não pude deixar de escolher a sua comunicação, pela forma única como cativa com o seu discurso os que a ouvem e, como toca, as questões indissociáveis à condição de sermos humanos. A linha orientadora da minha análise procurará evidenciar uma das máximas, que fica do discurso da Doutora Idália, a saber, a de que todos os seres humanos buscam a felicidade, no seu trajeto individual, pessoal e social.»

(Carla Cristina Marques de Almeida Figueiredo - Escola Secundária de Arganil)

Ver mais…



publicado por cfaeci às 16:03
link da publicação | comentar | favorito

CFAE Coimbra Interior
pesquisar assuntos
 
Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


Tema

eu...e as formações realizadas

eventos

projetos

todas as tags

publicações recentes

...

Eventos

Artigos e Comunicações

Artigos e Comunicações

Eu... e as formações real...

Eventos

Eventos

Eventos

Eu... e as formações real...

Eventos

Eu... e as formações real...

Eu... e as formações real...

arquivos

Novembro 2017

Maio 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Maio 2015

Fevereiro 2015

Junho 2014

Maio 2014

Março 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

links
blogs SAPO
subscrever feeds